Mulher é encontrada morta com cobra de 2,5 metros enrolada no pescoço


05/11/2019

Image
Uma mulher de nome Laura Hurst, de 36 anos, foi encontrada morta em sua casa no estado de Indiana, no centro-oeste dos Estados Unidos, com uma cobra píton de 2,4 metros enrolada no pescoço.
Segundo o jornal O dia, o corpo da mulher foi achado na última quarta-feira (30/10/2019). Os médicos tentaram, sem sucesso, reanimá-la. O sargento Kim Riley, porta-voz da polícia estadual, disse ao jornal Lafayette Journal & Courier que “ela parece ter sido estrangulada pela cobra”, mas que “só teremos certeza após a necropsia”.
Outras 140 cobras foram encontradas na casa de Laura. O xerife do condado de Benton, Don Munson, vizinho da moça, encontrou o seu corpo e disse que a morte foi um “acidente trágico”.
Píton
A píton é um cobra que vive na África, na Austrália, no sul e no sudoeste da Ásia e nas ilhas do Pacífico. Elas são constritoras, isso significa que as cobras matam suas presas enrolando-se e apertando até que a vítima morra asfixiadas.
*** Informações com: Metrópoles