Homem mata a própria mãe no Itapajé e diz que “o demônio quem mandou”


24/11/2019

Image

Antônio Alberto Moreira da Silva, de 34 anos. Foto: Reprodução/internet
Um caso de feminicídio foi registrado na tarde desta sexta, (22), no bairro São Cristóvão, próximo a Escola Roque Silva Mota, na cidade de Itapajé. A doméstica Maria de Fátima Moreira da Silva, 74 anos, foi assassinada a pauladas pelo próprio filho, o servente de pedreiro Antônio Alberto Moreira da Silva, de 34 anos.
O crime ocorreu na residência do filho, no momento que sua genitora, conhecida como Mariazinha, levou-lhe um prato de comida.
Maria de Fátima Moreira da Silva, 74 anos “Mariazinha”
Foto: Reprodução/internet
Vizinhos ouviram o barulho e chamaram a Polícia Militar. Ao chegarem no local, os policiais encontraram a vítima morta, um pedaço de madeira ensanguentado e o filho ainda em casa. “Ele ainda tentou fugir, mas conseguimos capturá-lo,” disse um policial.
O acusado foi conduzido até a Delegacia Regional de Itapipoca, onde foi autuado no Art. 121 do Código Penal Brasileiro.
Na Delegacia, Antônio Alberto confessou o crime e disse que desde ontem, quinta, (21), falava para a mãe sair de perto dele porque o “demônio estava lhe mandando matá-la.” Ela disse que não abandonaria o filho.
O acusado é usuário de crack e nos últimos dias estava bebendo. Ele morava em outra casa, mas a mãe ia deixar todas as refeições dele.