Policial militar de Alagoas é morto por engano por PM de Pernambuco


29/10/2019

Image
Um policial militar de Alagoas foi morto por engano por um PM pernambucano na manhã do domingo (27), em Caruaru, no Agreste pernambucano.



O caso aconteceu durante uma viagem compartilhada em um aplicativo de caronas, na altura do Hospital Mestre Vitalino. William da Silva Farias, natural de São Sebastião de Lagoa de Roça, na Paraíba, foi socorrido pelo militar de Pernambuco para o Mestre Vitalino, mas não resistiu aos ferimentos.

Quando o PM pernambucano embarcou no veículo, com destino a Campina Grande, na Paraíba, desconfiou da atitude de outro passageiro, o PM de Alagoas William da Silva Farias. O policial de Pernambuco estranhou o fato de William estar usando um casaco de frio em um dia quente. Ele passou a ficar atento ao comportamento do companheiro de viagem.

Alguns minutos após o veículo sair, na altura do Hospital Mestre Vitalino, o PM de Pernambuco acreditou que William estaria sacando uma arma de fogo e disparou contra ele, pensando se tratar de um assalto. Ao ser atingido, William se identificou como sendo Policial Militar de Alagoas, e informou que havia pego a arma para “ajeitá-la” na cintura. O PM que atirou levou o ferido para o Mestre Vitalino, William chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu. O enterro do corpo ele deve ser realizado em Campina Grande.

Em nota, a PMPE informou que disponibilizou assistência psicológica e de hospedagem á família do PM alagoano e instaurou, por parte do comando do 1 BIESP, um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar os fatos. Já a PMAL lamentou o fato e declarou que irá acompanhar a investigação da Polícia Judiciária do Estado de Pernambuco. (OP9)