Cantora de forró vende lanches para pagar clínica de reabilitação do filho, no Ceará


03/07/2019

Image
Conhecida nacionalmente pela passagem na banda de forró Noda de Caju, a cantora Iara Pamella está vivendo momentos difíceis com um dos cinco filhos. O jovem Aleanderson Robson, de 25 anos, faz uso abusivo de drogas. Por meio de ajuda de amigos da música, ela já conseguiu pagar três meses de internação. O problema é que o tratamento dura 12 meses.




Iara começou a vender lanches na porta de uma faculdade em Fortaleza para levantar o valor mensal de R$ 900. Ela também ainda faz pequenos shows em bares e restaurantes da capital cearense.

“Nós descobrimos há uns três anos o problema dele. Ele confessou que há cinco anos usava crack e cocaína e tomava remédios. Quando eu descobri, já estava em um estado avançado. De três anos pra cá, quando o irmão dele faleceu, foi que entrou de cabeça. Daquele momento em diante não tivemos momentos de paz, só tristeza”, revela a cantora.

Há três meses, o jovem foi internado em uma clínica de reabilitação no município de Barreira, 85 km distante de Fortaleza. “Ele se encontra bem melhor. Ganhou corpo. Ele estava muito magro. Chegou a adoecer nas ruas. A química já estava saindo pelos poros. Ele passava quatro dias dormindo na rua. Sempre voltava para casa. Usava crack, cocaína e tomava comprimidos”.
Roubo

Antes da internação, o filho da cantora chegou até a roubar o veículo do parceiro de palco de Iara Pamella.

“Nós estávamos fazendo um show em uma casa de forró de Fortaleza e ele ficava com a chave do carro do meu parceiro. Nesse dia, ele sumiu com o veículo. Quando terminou o show, eu mesma fui fazer um Boletim de Ocorrência. Eu não sabia o que ele poderia fazer. Fui julgada. O próprio delegado ficou se questionando sobre a minha atitude como mãe. Eu precisava fazer isso porque não sabia o que ele iria fazer. Ele poderia deixar o carro empenhado, sofrer um acidente ou machucar outras pessoas.”

No dia seguinte ao roubo, a Polícia encontrou o jovem com o carro em um bairro de periferia. “Nesse momento eu desabei. Eu criei cinco filhos sozinha. Sempre dei muito amor e o meu melhor. Vivi por eles. Dei muito duro. Já trabalhei de doméstica e outras coisas para dar algo melhor. Tiveram boas escolas”, aponta Iara Pamella.

Custos
Em média, Iara Pamella realiza 10 apresentações por mês em eventos de bares e restaurantes de Fortaleza. Mensalmente, ela precisa pagar R$900 da clínica de internação do filho, além de alimentos e itens de higiene para o filho.


O POVO