Portugueses são presos com duas toneladas de haxixe no município de Fortim


18/01/2019

Image
Dois portugueses, identificados como Alexandre Antônio Ribeiro Marques, 31, e Rúben Adriano Morgado Pereira, 27, foram presos com cerca de duas toneladas de haxixe nesta quinta-feira, 17, por volta das 18 horas. A droga tem origem no Marrocos e chegou ao Ceará por navio. Ao todo, foram apreendidos 62 pacotes com aproximadamente 30 quilos cada. A apreensão já é considerada a maior do entorpecente no Ceará, de acordo com o capitão Pascoal Neto, oficial do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate).



A partir de uma denúncia anônima, a equipe de policiais chegou a uma casa alugada pela dupla em Fortim, a 135 quilômetros de distância de Fortaleza. De acordo com fontes policiais, a dupla, que não era conhecida dos órgãos de segurança, tinha o objetivo de distribuir a droga pelo Ceará e em estados do Sul e do Sudeste. A operação foi coordenada pelo major Antonio Cavalcante.

Até então, a maior apreensão da droga havia sido realizada em outubro de 2017. Na ocasião, a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) apreendeu 2,1 kg de um tipo de haxixe também vindo do Marrocos.

À época, dirigentes da DCTD afirmaram que o narcótico oriundo da África é extremamente raro por conta do alto valor comercial, chegando a ser duas vezes mais caro que o valor da cocaína. A dupla flagrada em Fortim foi autuada pelo crime de tráfico de drogas e levada à DCTD.

Informações O Povo