Um morto e três suspeitos presos por assassinato de policiais


24/08/2018

Image

Um quarto homem suspeito de envolvimento no crime reagiu à abordagem policial, foi atingido por disparos e não resistiu.


Foram presos três suspeitos de participar da execução dos três policiais militares, na tarde desta quinta-feira (23), na Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Além dos três, um quarto homem suspeito de envolvimento no crime reagiu à abordagem policial, foi atingido por disparos e não resistiu.

Um dos suspeitos, dos três que foram detidos, foi baleado ao tentar resistir à prisão e foi encaminhado a uma unidade hospitalar, de acordo com a SSPDS.

O crime aconteceu no cruzamento das ruas São Manoel com Padre Arimatéria. Três policiais estavam almoçando no bar da esquina, quando um carro, modelo Voyage preto, chegou com os suspeitos atirando nos policiais, que não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

A SSPDS divulgou que as vítimas foram identificadas como 1º sargento José Augusto de Lima, de 58 anos, 2º tenente Antônio Cezar Oliveira Gomes, 50 anos, e subtenente Sanderleu Cavalcante Sampaio, de 46 anos. Dos três, apenas o subtenente Cavalcante estava na ativa.

O Comando Geral da Polícia Militar no Ceará decretou três dias de luto, em razão da morte dos PMs. O governador Camilo Santana afirmou que autorizou uma força-tarefa para prender os responsáveis pelo triplo homicídio. "Não iremos tolerar jamais esse tipo de ação. Seremos cada vez mais duros com o crime", disse ainda Camilo Santana.

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e o Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol/CE) divulgaram nota lamentando a morte dos policiais.


Fonte: Diário do Nordeste