IPUEIRAS: POLÍCIA CIVIL PRENDE MULHER ACUSADA DE HOMICÍDIO


30/08/2018

Image

Nesta quarta feira 29/08/2018,  por volta das 17:30 minutos, a equipe da Policia Civil de Ipueiras sobre o comando do Delegado Dr Matheus Araujo,  fizeram o cumprimento ao Mandado de Prisão.


Prisão Preventiva em desfavor de:  Ana Kelys Ferreira Sales, do lar, separada, filha de Maria Solange Ferreira, natural de Ipueiras, nascida aos 13/10/1991.
Ana Kelys foi presa no Distrito de Livramento, zona rural de Ipueiras.
A mulher   esta sendo acusada de cometer um homicidio a pauladas e pedradas contra a pessoa de:  Antonio Edimilson de Araujo Rodrigues, mas conhecido por Barrinha, fato ocorrido dia 02  de julho do corrente ano ano na  Rua Antonio Ferreira de Araujo, Beira do Rio - Ipueiras.

RELEMBRE O CASO:

NA  segunda-feira(02/07/2018), por volta das 15h:00, na Rua Antônio Ferreira de Araújo - bairro Beira Rio/ Ipueiras, foi encontrado o corpo do Antônio Edmilson de Araújo Rodrigues,vulgo “Barrinha”, 40 anos, que residia na Rua Coronel Alexandre Mourão, Praça do Cristo – Ipueiras.

O corpo foi encontrado deitado ao solo de bruços, com sinais de violência por apedrejamento e pauladas. Alguns tijolos foram encontrados sobre sua cabeça e mão.

No dia do fato os PMs estiveram no local  e iniciaram diligências no intuito de prender os acusados, e por volta das 20h00,  após confissão de um adolescente, que também teria envolvimento no crime, efetuaram a prisão dos acusados: Domingos Cardoso Chaves, vulgo “Neto”, 37 anos, residente na Rua Antônio Oliveira de Araújo - Bairro Beira Rio e Ana Kellys  Ferreira  Sales, 26 anos, residente na Rua Alexandre Mourão  - Praça do Cristo.

Acusados do crime presos

O adolescente relatou que havia passado a madrugada ingerindo bebida alcoólica juntamente com “Neto” , “Kelly”, além da vítima, no caso o “Barrinha”, e que por volta das 5:00h da manhã, a vítima e os acusados foram até uma residência, e no local, Neto teria desferido um murro na vítima, que caiu e neste momento, Kelly de posse de uma pedra e um pedaço de pau, teria desferido pancadas na cabeça da vítima, que morreu no local.

Diante da confissão do adolescente, os policiais conseguiram localizar os demais acusados, que foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Ipueiras, onde Neto e Kelly negaram envolvimento na morte, porém, o adolescente afirmou categoricamente que ambos tiveram participação, e que Kelly seria a autora do crime.

Após serem ouvidos ambos os acusados foram liberados, e o inquérito foi feito por portaria.

Delegado em ação:

O delegado Dr Matheus Araújo, pediu os mandados de prisão para Kellys e Domingos, e o juíz da comarca de Ipueiras, Dr Thales acatou o pedido do delegado, e expediu os dois mandados de prisão.
Kellys foi localizada e encontra-se recolhida em uma das celas da Delegacia de polícia civil de Ipueiras de onde será encaminhada para um presídio feminino.
Já Domingos, vulgo Neto, não foi localizado e se encontra foragido.



fONTE: iPAPORANGA nOTÍCIAS