CRATO - Travesti denuncia agressão após uso de banheiro feminino


14/08/2018

Image

A cabeleireira e maquiadora Naomi Houston denunciou nesta segunda-feira (13), ter sido expulsa por seguranças da após utilizar o banheiro feminino da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no Crato, região do Cariri. 


O caso aconteceu no fim de semana. De acordo com o boletim de ocorrência registrado por Naomi, o constrangimento começou na entrada da festa, quando uma outra segurança balançou seus cabelos de maneira ríspida por acreditar que algo estivesse escondido neles. A cabeleireira é negra e seus cabelos são crespos. Dentro do estabelecimento, foi algumas vezes ao banheiro feminino. Na última saída, dois homens seguranças estavam na portaria e a abordaram, pedindo que ela fosse até a portaria com os funcionários. Na entrada, um terceiro envolvido a puxou pelo braço na presença de outras pessoas e ordenou que ela saísse do clube. "Você vai sair agora da festa, pois você estava usando o banheiro feminino e não pode", teria dito o homem. Neste momento, Naomi foi empurrada na frente de outros clientes da festa, até a saída. A vítima registrou o caso na Delegacia de Defesa da Mulher, acompanhada de servidoras do Centro de Referência da Mulher do Crato. A delegada Camila Brito, responsável por instaurar o inquérito, disse que analisará a situação e somente depois, poderá se manifestar. Em nota, a Associação de Defesa, Apoio e Cidadania dos Homossexuais do Crato (ADACHO) e o Fórum Permanente de Combate a LGBTFOBIA da Região do Cariri (FOCAR), repudiaram a agressão sofrida por Naomi: "A transfobia é uma série de atitudes ou sentimentos negativos em relação às pessoas travestis, transexuais e transgêneros. Seja intencional ou não, a transfobia pode causar severas consequências para quem por ela é assim discriminado. Já estamos encaminhando para todos os órgão responsáveis, Centro de Referência da Mulher em Crato, Delegacia da Mulher, Disque 100 entre outros".

 Fonte: CNews