Monsenhor Tabosa: Num intervalo de 9 dias, 5 moradores foram mortos

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Monsenhor Tabosa: Num intervalo de 9 dias, 5 moradores foram mortos

Num intervalo de nove dias, os moradores de Monsenhor Tabosa assistiram de forma chocante, as mortes de cinco taboenses, sendo duas no município e três na cidade vizinha de Catunda.
O fato, considerado inédito na região, também despertou a atenção dentro do 7º Batalhão de Polícia Militar, em Crateús, responsável pela área.




Confira os casos
04 de fevereiro: Raimundo Nonato Félix da Silva, 40 e seu filho, Eduardo Félix do Nascimento, 14, foram encontrados mortos, ao lado de um carro carbonizado, próximo ao açude Carmina em Catunda.
05 de fevereiro: Isaías Moraes de Sousa, 69, foi executado no centro de Monsenhor Tabosa.
08 de fevereiro: Wilder Andrade Cunha, 33, foi morto com cerca de 15 tiros dentro de um ônibus da Princesa dos Inhamuns, em Salitre - Catunda, quando ia para Santa Quitéria, prestar depoimento sobre as mortes do dia 04.
13 de fevereiro: Erivaldo Gomes da Silva Souza, 29, foi morto no bairro Alto da Boa Vista. Outra pessoa chegou a ficar lesionada, durante os disparos.
Até o momento, nenhum dos crimes teve sua autoria identificada. As investigações estão sendo feitas pelas Delegacias de Polícia Civil de Tamboril e Santa Quitéria.

Compartilhe:

Disqus Comments