Ubajara: Casal é preso acusado de manter rede de abusos e estupro de menores

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Ubajara: Casal é preso acusado de manter rede de abusos e estupro de menores

Ubajara- Um casal foi preso, nesse último final de semana, no município de Ubajara, na Serra da Ibiapaba, acusado de manter uma rede de abusos e estupro de menores. José Rubens de Sousa Filho, 23, e Raquel de Sousa Rodrigues, 21, são acusados de ter cometido estupro, com pelo menos, 10 meninas, entre 13 e 15 anos, de acordo com a Polícia Civil, que iniciou investigação sobre o caso.


Violência


De acordo com Mauro Barroso, inspetor da Civil daquele município, que acompanha a investigação, “a Raquel agenciava as meninas, oferecendo trabalho, pagamento de salário, e, em determinado momento, dava a elas um suco contendo substância entorpecente. A vítima adormecia e o José Rubens, por sua vez, cometia os estupros”, afirmou.

A Polícia só tomou conhecimento do caso, após denúncia foi feita pelo Conselho Tutelar de Ubajara, que atendeu uma das vítimas, que buscou por orientação no órgão. A menina disse em seu depoimento aos conselheiros, que, ao acordar, percebeu que estava sangrando no órgão genital. Encaminhada, a Sobral, a vítima foi submetida a exames no IML, onde, segundo levantamento do Conselho Tutelar, foi comprovado o estupro.

Flagrante

Os dois suspeitos foram presos em flagrante e já foram ouvidos na Delegacia. Raquel segue presa na Delegacia de Tianguá e José Rubens, na Cadeia Pública de Ubajara, à disposição da Justiça. A Polícia investiga, ainda, a participação de mais dois homens no caso, que podem fazer parte de uma rede de abuso de menores. Um dos suspeitos já foi localizado e orientado a depor, nessa quarta-feira, 8.

Investigação

Ainda, segundo o inspetor Mauro Barroso, “também houve caso de pedofilia. Enquanto as vítimas estavam desacordadas, os acusados faziam fotos e vendiam as imagens. O notebook com esses arquivos, ainda está desaparecido, de posse de um dos outros dois envolvidos. Um deles será ouvido amanhã”, afirmou.

Diario do Nordeste

Compartilhe:

Disqus Comments