Chuvas surpreendem cearenses no período mais seco do ano

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Chuvas surpreendem cearenses no período mais seco do ano

Você que tem o costume de acordar todo dia bem cedo já deve ter notado que a madrugada tem trazido uma chuvinha de leve. Ela é fraquinha, mas consegue molhar o chão e amenizar o calor, principalmente no início da manhã.


Em conversa com o meteorologista da Funceme, Davi Ferran, ele explica o fenômeno. Segundo ele, apesar de ser o período mais seco do ano, não significa dizer que as chuvas são inexistentes. “Agora mais seco não significa sem chuva. Mas seco significa que chove menos, na verdade muito menos. Então podem acontecer chuvas mais em quantidades bem isoladas”, explica.

Davi Ferran também nos traz os dados de algumas cidades do interior que registraram precipitações entre segunda-feira (9) e terça-feira (10). “Viçosa do Ceará teve 18 milímetros, em Ibiapina são 13 milímetros, em Mocambo teve 12 milímetros e em Graça 10 milímetros”, afirma.

Apesar dessas chuvinhas serem um pingo de esperança, elas ainda não suficientes para reanimar os trabalhos dos agricultores que já enfrentam mais de seis anos de seca.

O agricultor Luís Vicente que mora na zona rural do município de Russas, no Vale do Jaguaribe, diz que essas precipitações não ajudaram nem na produção do caju. “A gente tem uns cajueiros não foi suficiente para melhorar. Aqui em Russas foi muito fininha. Só para melhorar a poeira mesmo”, disse.

A Funceme informou que a previsão para a quadra chuvosa de 2018 deve ser divulgada somente entre os meses de dezembro e janeiro.

Informações Tribuna do Ceará

Compartilhe:

Disqus Comments