Caucaia: Polícia Civil apreende 145 kg de maconha com dupla

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Caucaia: Polícia Civil apreende 145 kg de maconha com dupla

A Polícia prendeu no último sábado (28), dois homens com 145 quilos de maconha e aproximadamente 500 comprimidos de ecstasy, em uma residência na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. 



De acordo com a titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), Roberta Frota, os criminosos iriam vender os entorpecentes em áreas do litoral cearense como a Praia do Futuro, Jericoacoara e Canoa Quebrada.

De posse de informações levantadas durante três meses, os policiais civis chegaram ao primeiro suspeito, identificado por Matheus Oliveira Amora da Silva (23) - que já responde por tráfico de drogas, receptação e porte ilegal de arma de fogo. Ele atuava na prática ilícita juntamente com Francisco Hélio Forte Viana Filho (21) - com passagens pela Polícia por roubo de veículo e receptação. A equipe diligenciou até a cidade de Jijoca de Jericoacoara, onde a dupla estaria se preparando para levar um carregamento de drogas para a região.

Buscas foram feitas no município do Litoral Oeste, até que Matheus foi localizado em um Ford Focus, de cor prata, na companhia de Francisco Hélio. Os dois foram abordados e uma revista foi realizada no veículo, o que culminou na apreensão de um tablete de maconha pesando 240 gramas. Foi então, que os policiais civis seguiram com os dois indivíduos até a cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, onde Matheus residia. A diligência até a propriedade do suspeito tinha como objetivo averiguar a existência de mais entorpecentes no imóvel.

Lá, foram encontrados os 145 quilos de maconha, 500 comprimidos de ecstasy, 25 pontos de LSD, 46 vidros de citrato de fentanila e uma balança de precisão grande. Em depoimento, a dupla confessou que a droga pertencia aos dois e seria destinada para abastecer todo o litoral alencarino. Os homens foram conduzidos para a Deprotur, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: Cnews

Compartilhe:

Disqus Comments