Casal é encontrado morto a tiros dentro de quarto de motel

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Casal é encontrado morto a tiros dentro de quarto de motel

O casal Márcio Rodrigues Borges, de 46 anos, e Maira Gomes Vila Nova, de 53, foi encontrado morto a tiros dentro de um quarto de motel às margens da BR-060 em Anápolis, a 55 km de Goiânia. 




Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita é que o homem tenha matado a companheira e se matado em seguida, como explica o delegado que esteve no local, Vander Coelho. “A vítima do sexo feminino foi alvejada com dois disparos, sendo um na região do tórax e outro na cabeça. Já a vítima do sexo masculino portava essa arma de fogo e tinha um disparo na lateral da cabeça, dando todo indicativo que foi um homicídio seguido de suicídio”, explicou. Os corpos foram encontrados no final da manhã desta segunda-feira (9).
Ainda segundo o delegado, os funcionários do estabelecimento relataram que o casal chegou por volta de 10h do domingo (8). No entanto, cerca de 24h depois não tinham feito qualquer solicitação, não atendiam telefonemas ou à porta, portanto, chamaram a Polícia Militar. "A PM chegou e só então entraram no quarto, onde as vítimas foram encontradas na cama.
Não havia nenhum indício de uma terceira pessoa no local e tudo indica que as mortes ocorreram pouco depois que eles chegaram ao motel, já que nenhum objeto estava fora do lugar, eles ainda estavam com sapatos e roupas e não houve nenhum consumo no quarto", disse. A motivação ainda é desconhecida pela Polícia Civil. Segundo o delegado, os dois haviam terminado o relacionamento recentemente, mas ainda não é possível afirmar a real causa das mortes.
O caso deve ser investigado pelo delegado Cleiton Lobo. “Os familiares de ambos os lados devem ser ouvidos e devem ser analisados os laudos dos peritos. Eles terão um tempo para poder estudar todos os vestígios encontrados no local e trazer o veredito”, completou.
O G1 tentou entrar em contato com o Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis para saber sobre a liberação dos corpos, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Compartilhe:

Disqus Comments