Criança é raptada, estrangulada e atirada em lago

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Criança é raptada, estrangulada e atirada em lago

Uma menina de sete anos foi encontrada viva depois de ter sido asfixiada e atirada ao lago Quinsigamond, em Massachusetts, nos Estados Unidos. 


A tentativa de homicídio terá ocorrido este domingo. Segundo o jornal local Providence Journal, um familiar da criança, Joshua Hubert, de 35 anos, foi acusado de sequestro e será ouvido esta quinta-feira num tribunal da região. A criança estava em casa dos avós e, de acordo com as autoridades, terá sido levada pelo suspeito durante a madrugada. A polícia acrescenta que o homem terá tido permissão para levar a menina. A vítima foi colocada dentro de um carro e foi estrangulada e atirada de uma ponte para um lago. A criança, segundo a procuradora do caso, conseguiu nadar até à costa, onde foi encontrada "molhada e em pijama" à porta de casa de uma senhora, que vivia perto do rio. A menina foi encontrada em Shrewsbury, 90 minutos depois de ter sido dada como desaparecida. A mulher que acolheu a criança ficou impressionada com a sua coragem. "Tenho uma admiração enorme por ela. Eu nunca tinha visto uma criança tão responsável", contou ao jornal WFSA. A senhora acredita que foi "um milagre" a criança ter sobrevivido, já que o lago era "bastante profundo". De acordo com a polícia, a menina não corre risco de vida, tendo apenas sofrido alguns ferimentos no pescoço, pulso e numa perna. Segundo este jornal, o suspeito está a aguardar julgamento. O caso ainda está a ser investigado. Mas ao que as entidades policiais conseguiram apurar, o agressor tinha estado num churrasco em casa dos avós da menina. O raptor acabou por levar a criança com ele, enquanto esta dormia. Segundo o jornal Boston Globe, a polícia ainda não descobriu quais foram os motivos que terão levado Joshua Hubert a cometer o crime. Há vários anos, este homem esteve envolvido numa disputa judicial por causa da custódia do seu filho. O homem tinha levado a criança consigo sem autorização da mãe.

***** Informações com: CM Jornal

Compartilhe:

Disqus Comments