Vídeo: Homem espanca idosa para roubar Mil reais

Vídeo: Homem espanca idosa para roubar Mil reais

Rio - Policiais da 9ª DP (Catete) prenderam, nesta quinta-feira, Danilo de Oliveira Roxo, acusado de tentativa de latrocínio contra uma idosa, vizinha dele, de 83 anos, no Catete, Zona Sul do Rio. 


O caso aconteceu no último dia 15. Segundo as investigações, a vítima levava consigo R$ 1 mil, quantia que ela havia sacado do banco momento antes de ser atacada. O dinheiro e outros pertences como cartões ainda não foram localizados.

As imagens da câmera de segurança do prédio onde aconteceu o crime são chocantes. A idosa entra na portaria, que estava sem porteiro, e é agredida pelo criminoso, que ficou minutos à espreita. O delegado assistente da 9ª DP, Clemente Braune, afirmou que a vítima conhecia o agressor e chegou a ajudá-lo financeiramente. "Ela ficou surpreendida quando identificamos que era ele. A agressão foi tão rápida que ela nem viu quem foi o agressor."

Danilo deu 18 socos na vítima e ainda tentou matá-la esganando-a. O bandido está com prisão temporária por 30 dias por "prática de crime hediondo contra mulher idosa". Ele foi indiciado por tentativa de latrocínio, que pode gerar pena de 20 a 30 anos. Os fatos de a vítima ser idosa e não ter possibilidade de defesa podem agravar a punição. Danilo foi encaminhado à Secretaria de Administração Penitenciária, de onde será transferido para uma unidade prisional.

O agressor depôs na 9ª DP (Catete) pela manhã. Segundo Braune, Danilo alegou transtornos mentais e sofrer de Transtorno de Déficit de Atenção. "Ele disse que não estava tomando uma medicação prescrita e estava tendo alucinações e visões. Numa dessas alucinações, ele disse que passou pela cabeça fazer essa agressão", informou.

Braune afirmou que, durante o depoimento, Danilo não transpareceu transtorno e parecia calmo. Ele alegou já estar medicado novamente. Os pais do criminoso serão ouvidos. Caso a alegação seja comprovada, a pena do agressor pode ser substituída por medidas alternativas.

A polícia acredita que a agressão poderia ter terminado em morte caso a mãe do jovem não tivesse interrompido o ataque. Enquanto tentava estrangular a idosa, o criminoso ouviu o barulho do elevador e parou o ataque. Vendo a cena, a mãe socorreu a idosa, que foi levada ao hospital. "Até o momento que nós efetuamos a prisão, a mãe não sabia que ele era o agressor", disse o delegado.

A vítima sofreu fraturas nos ossos do nariz e da face e deve ser submetida a cirurgia na semana que vem. Ela se recupera na casa de um familiar e ainda não voltou ao apartamento.

O delegado ressaltou ainda que foi a rapidez da denúncia feita pela própria vítima que permitiu a captura do criminoso. Depois da agressão, a idosa foi atendida no Hospital Miguel Couto. No dia seguinte, recebeu alta, e apesar de muito machucada, prestou depoimento. Vizinhos serão ouvidos para entender a relação entre a família do agressor e a idosa. Danilo foi preso em seu apartamento, 18



Informações O Dia Online

Compartilhe:

Disqus Comments