patrocinadores

TV VARJOTA EM DESTAQUE - AO VIVO

Menino de 14 anos mata vizinha a facadas

O número de casos de assassinatos estão crescendo no Brasil. Segundo informações divulgadas pelo site Diário de Pernambuco em maio deste ano, o país esteve em primeiro lugar em mortes intencionais no mundo, com cerca de 60 mil casos por ano.



Ainda de acordo com o site, entre os fatores que provocam o aumento deste índice estão a desigualdade e o uso de drogas ilícitas.

Uma notícia chocou moradores de Goiânia na última quarta-feira (23). Uma adolescente de 14 anos foi morta por seu vizinho de apenas 13. Segundo a polícia, os dois moravam no mesmo prédio e estudavam na mesma Escola. Quando Tamires Paula de Almeida estava descendo pelo elevador para ir para a aula, ele a encontrou e a levou para as escadarias do edifício, onde desferiu cerca de 10 facadas pelo corpo da menina, deixando-a próximo à saída de emergência.

Inacreditavelmente, o adolescente foi para a escola, onde procurou a coordenação e contou o que havia feito. De imediato, um grupo de pessoas da instituição foi para o prédio para tentar ajudar a menina, que já estava sem vida. Uma das pessoas que tentava ajudar, correu até um dos apartamentos do prédio e encontrou a mãe da jovem, que foi correndo ver a filha.

A notícia do crime foi se espalhando aos poucos e os alunos correram para a frente do lugar onde o caso aconteceu para esperar informações. Os socorristas do Samu foram chamados, mas já encontraram a menina sem sinais vitais. O #Assassino foi levado para falar com uma psicóloga, para a qual revelou ter matado a vítima porque deu vontade. O menino foi levado para depoimento e disse à polícia que havia anotado mais dois nomes de meninas que gostaria de matar em seu caderno.

O delegado acredita que foi o caso de feminicidio, pois o garoto teria matado a vítima simplesmente por ser do sexo feminino.

Alguns colegas de aula do jovem foram ouvidos e disseram que ele não era de muitos amigos e era considerado esquisito devido ao seu comportamento. As câmeras de segurança do prédio estavam funcionando, porém não conseguiram capturar o crime. O delegado da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais para onde o adolescente foi levado disse que um pedido de prisão preventiva contra ele será expedido e que o menino está aguardando audiência.

A mãe da adolescente ficou extremamente chocada e chegou a passar mal ao saber do crime. Ela foi internada em um hospital da cidade, mas já teve alta. O crime abalou a escola onde Tamires morava, a qual ficou de luto e não abriu hoje.

 Top Notícias via Blasting News

Compartilhe:

 
Varjota em Destaque © 2009-2017 Todos os Direitos Reservados. | Repórter Wagner Passos