slider

Navegue

Maracanaú: Travesti é assassinada a tiros

Uma travesti de 21 anos foi assassinada a tiros em Maracanaú, na noite dessa segunda-feira, 31, e o corpo foi encontrado na faixa de acostamento da CE-060.


 A vítima teria sido baleada por dois homens em uma moto, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Os suspeitos, conforme informações preliminares da Polícia, estavam em uma Honda Fan preta. Até o início da tarde desta terça-feira, 1º, ninguém foi preso. A vítima foi identificada apenas pelo nome de registro - Paulo Henrique Carneiro de Sousa, morador da comunidade do Benjamin, em Pacatuba, próximo à

rodovia. Ela tentou fugir, mas acabou baleada e morreu no local.

Este é pelo menos o quinto assassinato de travesti no Ceará registrado pelo O POVO, em 2017. A violência contra travestis repercutiu no primeiro semestre por causa dos vídeos do assassinato de Dandara dos Santos. Ela foi espancada até a morte em 15 de fevereiro.

Hérica Izidório foi espancada em jogada em um viaduto da José Bastos em 17 de fevereiro, chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu aos ferimentos. Ketlin foi morta a facadas em Juazeiro do Norte, no último dia 13 de maio. Em 2 de julho, Rayane foi morta em Horizonte.

 O Povo Online
Compartilhe

Varjota Destaque Destaque

Poste um comentário: