Acidente de ônibus da empresa Gontijo deixa 2 mortos e 17 feridos

Acidente de ônibus da empresa Gontijo deixa 2 mortos e 17 feridos

Duas pessoas morreram e pelo menos 17 ficaram feridas em um acidente de ônibus na madrugada desta terça-feira (13) na BR-262, entre Araxá e Ibiá, no Alto Paranaíba. 


O veículo, que seguia de Belo Horizonte para Campo Grande (MS), saiu da pista e capotou em uma ribanceira, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Assessoria de imprensa da empresa Gontijo informou que já enviou uma equipe ao local para prestar auxílio aos passageiros e familiares.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ônibus transportava 24 pessoas, incluindo o motorista e o auxiliar. O condutor disse que, por volta das 2h, no km 652, ele viu um caminhão que invadiu a pista contrária. Ao tentar desviar, perdeu o controle da direção, caiu em uma ribanceira e capotou.

Quando os militares chegaram ao local, três passageiros estavam caídos no solo fora do veículo. Eles foram socorridos com fraturas. Dentro do ônibus foi necessário o desencarceramento de seis vítimas. Um homem de 31 anos e uma mulher de 43 morreram no local e os corpos levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Araxá.

Já as demais vítimas foram socorridas e encaminhadas para hospitais de Araxá e Ibiá. Os hospitais ainda não informaram o estado de saúde dos envolvidos. Mas a Gontijo informou que nenhum corre risco de morrer.

Assistência aos passageiros

Segundo confirmou a assessoria da Gontijo, das 24 pessoas que estavam no veículo, duas morreram no local e 17 foram para hospitais da região, sem risco de morrer. A empresa sugere que todos passem por exame médico, mesmo não apresentando lesões. Mas, cinco passageiros preferiram seguir viagem e foi enviado um ônibus para buscá-los.

Representantes da Gontijo foram até os hospitais para auxiliar as vítimas. A empresa também informou que, caso seja necessário, é providenciado auxílio para que familiares se desloquem até Araxá e Ibiá para acompanhamento nos hospitais.

Em relação aos óbitos, a Gontijo esclareceu que aguarda confirmação da identidade das vítimas pelo IML de Araxá. Em seguida, a equipe acompanha todo procedimento legal para retirar os corpos e arca com as despesas do translado do corpo. Ainda, presta apoio e indeniza os familiares.

g1

Compartilhe:

Disqus Comments