slider

Navegue

Rádio Varjota

Homem é morto á facadas e assassino deixa mensagem escrita com sangue “Matei”

O crime ocorreu no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus. A casa da vítima foi invadida e pertences foram roubados.



De acordo com a polícia, o assassino deixou uma mensagem escrita na parede da casa com sangue da vítima: “Matei”.
A vítima era proprietário de uma lanchonete e morava com um sobrinho no imóvel. Na noite anterior, o autônomo tinha sofrido um acidente de trânsito e estava ferido.

Segundo familiares, a vítima tinha o hábito de acordar 4 horas para ir trabalhar. Por volta das 4h30, familiares encontraram o autônomo depois que ele não apareceu no local de trabalho e não atendeu as ligações telefônicas.

A cozinheira Rosivalda Lopes(45), irmã da vítima, disse que ligou para ele, mas estranhou porque não atendia as ligações e caía na caixa postal.Assim que chegou, viu as luzes as luzes estavam acesas. “A última vez que vimos meu irmão foi às 21h. Bati na porta e meu irmão não respondia. Olhei pela grade da janela do quarto e vi que ele estava com bíblia na mão, o travesseiro no rosto e uma camisa do Flamengo em cima dele. Tinha uma faca na outra mão também. Percebi que tinha algo de errado e vi sangue perto do pescoço”, contou

A irmã pediu ajuda do filho e eles arrombaram a porta da frente da residência. Manuel Luiz foi encontrado morto no primeiro quarto do imóvel. A vítima foi violentamente assassinada com 13 facadas, sendo uma no pescoço e outras 12 no tórax.

O quarto foi revirado e um máquina de cortar cabelos foi roubada. Em uma das paredes a palavra “Matei” foi escrita com sangue da vítima. Uma das janelas da casa estava arrombada e a polícia suspeita que foi por ela que o assassino entrou. O microempresário guardava dinheiro em casa e a família suspeita que o criminoso tenha entrado na casa a procura do dinheiro. O celular e carteira do autônomo não foram roubados.

Uma equipe da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) esteve no local e isolou o imóvel até chegada dos peritos. De acordo com a Polícia Civil.

A Polícia Civil não identificou nenhum suspeito. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o caso.


Portal CM7
Compartilhe

Varjota Destaque Destaque

Poste um comentário: