Por causa de choro! Pai quebra maxilar do filho de 3 meses com soco

Por causa de choro! Pai quebra maxilar do filho de 3 meses com soco

Um homem agrediu o filho, de três meses, com um soco, em Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais. Com a pancada, o bebê teve o maxilar quebrado e precisou passar por uma cirurgia. Carlos Fernando da Silva, de 30 anos, foi preso após a agressão ser descoberta pela equipe médica.


Silva e mulher dele, que preferiu não ser identificado, procuraram o hospital da cidade alegando que o filho havia caído da cama. A criança estava com hematomas e com o rosto inchado. Porém, a equipe da unidade de saúde suspeitou da versão contada pelo casal e o médico responsável pelo atendimento acionou a polícia. Questionada, a mãe do menino ainda tentou enganar os policiais com a mesma história, porém, depois de um tempo, revelou que o filho havia sido agredido pelo marido.

A equipe de reportagem encontrou com a mãe da criança na entrada do hospital. A mulher contou inventou a história por medo da reação do marido. Segundo ela, assim que o médico informou que a criança teria que ficar internada e passar por cirurgia, o casal tentou fugir do hospital, mas foi impedido pela equipe médica.

— Foi o policial que pediu para eu falar a verdade. Na delegacia, eles tiraram a impressão digital e viu que era ele que tinha feito isso.

A agressão aconteceu na casa onde o casal mora com os três filhos, no bairro Cantagalo, na zona rural da cidade. Segundo informações do boletim de ocorrência, Silva teria se irritado com o choro do menino e acertado-o com um soco no rosto. A mulher confirmou a história.

— É porque ele [o bebê] estava chorando muito. Então ele [Silva] começou a ficar nervoso, pegou o neném e bateu nele.
Silva foi detido e levado para o presídio da cidade. Após a confirmação da agressão, o Conselho Tutelar foi chamado. De acordo com a PM (Polícia Militar), o pai deve responder por lesão corporal grave, já que, por causa dos ferimentos, o bebê não consegue amamentar. Ainda segundo a PM, a mulher já registrou vários boletins de ocorrência contra o marido por lesão corporal, agressão e ameaça. A família da jovem contou que Silva é um homem agressivo.

Mesmo após a agressão do filho, a mãe do bebê disse que ainda pretende ter uma chance de conversar com o marido.

— No dia em que ele sair nós vamos conversar para ver o jeito que vai ficar.


 R7

Compartilhe:

Disqus Comments