Campos Sales: Acusado de homicídio é perseguido e morto em matagal

Campos Sales: Acusado de homicídio é perseguido e morto em matagal

Cerca de um mês e meio depois um novo homicídio foi registrado no município de Campos Sales. Por volta das 23 horas desta quinta-feira o jovem Lucas Ricardo Leite da Silva, de 22 anos, o  “Luquinha” que morava na Rua Julio Norões no centro da cidade, foi lesionado com seis tiros e morreu. 



Segundo testemunhas, seus algozes chegaram encapuzados numa moto no Bar do Passarinho na Rua Vila Rio (Bairro Poço) perguntando quem era “Luquinha” e este saiu correndo.

O rapaz foi perseguido e alvejado com os disparos até tombar morto em um matagal na Rua Nossa Senhora do Carmo. No dia 23 de agosto de 2015 ele matou a facadas José Acacildo Leite Cardoso, de 19 anos, que residia na Rua Itamar Lúcio de Alencar, 45 (Bairro Casas Populares). O crime aconteceu na Praça da Igreja Matriz de Campos Sales. Já em setembro de 2016 teria lesionado Cícero Pereira de Souza e, em fevereiro, ganhou liberdade da cadeia pública.

Este foi o primeiro homicídio do mês de abril em Campos Sales e o sexto do ano no município. O último tinha ocorrido no dia 3 de março em uma oficina de funilaria e pintura na Rua Pereira Filgueiras, 306 no bairro Batalhão, onde tombou morto o pintor automotivo José das Chagas dos Santos, de 37 anos. Ele era apelidado por “Zé Bolinho” .

Por Demontier Tenório

Miséria.com.br

Compartilhe:

Disqus Comments