Requintes de crueldade: Corpo de taxista foi encontrado com garganta cortada

Requintes de crueldade: Corpo de taxista foi encontrado com garganta cortada


As primeiras informações sobre a morte do taxista Ednaldo Ramos de Sousa, 51 anos, apontavam para um crime de latrocínio, roubo seguido de morte, mas uma foto do local do crime levanta outro suspeita.

Entenda a notícia

O corpo do taxista Ednaldo Ramos foi encontrado, por volta das 17h, deste sábado (11), com sinais de violência no aterro sanitário de Ipu (lixão) que fica na estrada de acesso a localidade Curicaca, interior do município de Ipu, Serra da Ibiapaba, Noroeste do Estado. 

As primeiras suspeitas apontavam que o taxista teria sido vítima de um crime de latrocínio, roubo seguido de morte, mas uma imagem do local do crime mostra que o veículo não foi roubado.

Ainda segundo a imagem, o taxista teve as mãos e pés amarrados, com uma fita durex usada na embalagem de caixas. A boca da vítima também foi amordaçada, com a mesma fita durex. A causa da morte teve ter sido um grande corte que Ednaldo apresentava no pescoço que provocou um grande sangramento.

Ednaldo Ramos foi encontrado ao lado do veículo, do lado do passageiro, e a porta estava aberta. Ele foi encontrado em uma poça de água que estava vermelha por causa do sangue.

Foi um crime bárbaro e a Policia Civil deverá investigar o caso e motivações para o crime.

Netcina

Compartilhe:

Disqus Comments