slider

Navegue

Pai afunda crânio de bebê após se irritar com o choro da criança

O homem preso suspeito de espancar a filha, uma bebê de cinco meses, no fim de semana em Mairinque (SP), disse à polícia que cometeu a agressão após se irritar com o choro da criança.



A menina - que sofreu afundamento no crânio, teve cinco costelas fraturadas, além dos braços e pernas quebrados - está internada em estado estável na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (SP) e deve passar por cirurgia, mas não corre risco de morte, informou o Conselho Tutelar de Mairinque, que também acompanha o caso.

A menina deu entrada no setor de emergência depois que os pais disseram que ela teria caído do colchão, mas devido a gravidade do caso, os médicos desconfiaram de agressão.
Em seguida, o pai acabou confessando à Polícia Militar que espancou a filha com socos e chacoalhões porque ela chorava muito.
A PM registrou o caso na Delegacia de Mairinque e o rapaz, de 20 anos, foi preso ainda no hospital após ter confessado o crime. Ele foi encaminhado à cadeia de Pilar do Sul e a mãe deve prestar depoimento durante a semana.

g1.globo
Compartilhe

Varjota Destaque Destaque

Poste um comentário: